Você é uma pessoa de ação ou de planejamento?

Atualizado: 24 de Set de 2018

De uma forma bem simplista, existem dois tipos de comportamentos importantes quando se deseja alcançar um objetivo: o planejamento e a ação. Os resultados positivos ou negativos serão determinados pelo sucesso desse conjunto.


Porém, há pessoas que passam a vida fazendo planos para cada segundo do seu dia e quase nunca conseguem concluir o que foi planejado, e aquelas que não planejam nada, apenas se atiram nas oportunidades com unhas e dentes.


E você deve estar se perguntando: qual comportamento é o melhor? Acredito que o mais indicado é ter esses dois comportamentos, de forma equilibrada, para alcançar os objetivos. E que qualquer comportamento em excesso: extremamente de ação ou extremamente de planejamento, será prejudicial e vai levar à frustração.



Planejamento ou ação?

Nesse artigo, chamo a atenção para os problemas de ser uma pessoa super planejada e sobre as vantagens de partir para a ação. Durante a leitura é provável que você se identifique com alguns exemplos e consiga usar isso para alcançar a alta performance.

O Grande Planejador

O grande planejador dorme e acorda na hora planejada, faz todas as atividades de acordo com o que foi pensado. Seu dia, sua semana, seu ano tem que seguir uma rotina pré-estipulada. Passa horas pensando em tudo o que pode dar certo ou errado, para então traçar o seu plano.


Porém, essa pessoa não admite improviso, não sabe lidar com o que não estava nos seus planos e se sente perdida diante de algum desafio ou acontecimento que não estava previsto. Pode acontecer de ver que seus projetos, seus planos ou sua vida não está indo a lugar algum. Ou então, se vê completamente dependente de alguém que coloca os seus planos em ação e consegue driblar as adversidades que aparecem pelo caminho. E assim não consegue fazer nada sozinha.


É como uma pessoa que traça um plano de viagem para o barco da sua vida, mas não está preparada para lidar com as adversidades que podem aparecer ao longo da jornada. Uma mudança nos ventos, uma tempestade no meio do caminho ou um desvio na rota podem representar total desespero e perda do controle. Daí é mais fácil e cômodo nem começar a viagem... Ou abandoná-la mediante os primeiro obstáculos e partir pra outra.


A frustração acontece principalmente pela falta de resiliência, de se adaptar, fazer pequenas mudanças, reajustar a rota, e por não chegar ao destino final.

O grande planejador tenta colocar o mundo todo dentro de uma fórmula que ele possa seguir. As pessoas que fazem isso normalmente não sabem lidar com diferentes tipos de situação e não conseguem se sentir seguros em um mundo sem limites.

A verdade é que a vida é feita de uma série de mudanças constantes e mesmo que você faça planos, outras pessoas ou situações inesperadas podem interferir.


Desta forma, os grandes planejadores não têm coragem de se desviar de seus planos mesmo para aproveitar as oportunidades. Isso faz com que eles se movam devagar na vida, muitas vezes não chegando ao final do que planejaram.



A pessoa extremamente planejadora acaba perdendo oportunidades ao longo da jornada.

O Mestre da Ação

Ele nunca sabe o que vai fazer amanhã, mesmo que tenha alguma pequena ideia do que gostaria de atingir. Tem enorme disposição para alterar a direção para alcançar objetivos novos e inesperados. O mestre da ação é aquele tipo de pessoa que agarra todas às oportunidades com unhas e dentes. É o cara que "vai lá e faz", sem medir tanto as consequências.


Esse tipo de pessoa normalmente consegue alcançar mais e melhores resultados se comparado com o grande planejador. Mesmo quando falha, o mestre da ação busca tirar os aprendizados, não culpa ninguém e nem se deixa abater. É o tipo de pessoa que está sempre disposta a trabalhar um pouco mais e tentar coisas novas para se desafiar.


O maior problema com o mestre da ação é que muitas vezes ele não tem em mente um grande objetivo, que seja claro e específico, para ser atingido. Então, ele faz muito, trabalha muito, está sempre em atividade, mas pode ter a sensação de que não está chegando a lugar algum.


Esse tipo de pessoa pode passar a vida toda sem fazer economias ou construir um patrimônio. Pode ser um jeito bastante eficiente de crescer mas não é a forma ideal. Pessoas que são mestres da ação não conseguem "sossegar" e acabam não encontrando tempo para parar e aproveitar a vida e suas realizações.

O objetivo do equilíbrio

A vida nunca é perfeita e nossas características de personalidade ou comportamento são responsáveis por boa parte de nossos desafios e resultados ao longo da jornada. Eu acredito que quanto mais tempo passamos planejando as coisas, maiores são as chances de perder oportunidades valiosas e acabar não realizando nada. Mas é preciso ter um planejamento mínimo.


É a ação que nos leva à concretização dos objetivos

Por exemplo: nas minhas viagens, dentro ou fora do Brasil, sempre faço um planejamento com base na duração, nas cidades que vou visitar, compro as passagens com antecedência, reservo os hotéis, separo o dinheiro que posso gastar e procuro conversar com pessoas que já tenham ido para esses destinos ou visito blogs e sites para ver o que tem de bacana para fazer por lá. E só. Procuro desfrutar dos locais, decidir na hora ou um dia antes os locais que quero visitar, encaro com naturalidade e acabo curtindo os erros que acontecem. Porque o que temos de melhor para contar sobre nossas viagens são as "besteiras" que fazemos e que nos trazem lembranças engraçadas. Esse é o melhor da vida.


Ao mesmo tempo, quem se concentra apenas em agir, tendo um objetivo em mente, mas nada de planejamento, pode acabar tendo dificuldade de se sentir realizado ou de desfrutar do sucesso, mesmo quando as coisas estão indo bem.

O objetivo de vida de cada um de nós deve ser levar em conta as melhores qualidades de cada tipo de pessoa: se você é um planejador, é necessário deixar de lado alguns de seus planos e saber aproveitar às oportunidades conforme elas aparecerem. Além disso, é importante entender que agir é a etapa inicial para quem quer realizar os seus sonhos.


Se você é uma pessoa de ação significa que tem algo importante, que é a autoconfiança. Porém, são necessários alguns hábitos para alcançar o sucesso e saber desfrutá-lo. Tenha uma rotina com horários bem definidos e saiba estabelecer prioridades para não desperdiçar energia com coisas que não estejam alinhadas com o seu propósito maior.



Fotos: Pixabay

* Lucy Cantero De Miguel é jornalista e doutora em Ciências da Informação, empresária do setor editorial, fundadora do Instituto Noa e idealizadora do Programa Escolas do Bem, coach de alta performance e palestrante.


Instagram: @lucycantero Facebook: @lucycantero.coach

11 visualizações
ENTRE EM CONTATO
  • White LinkedIn Icon
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

©2018 - Todos os direitos reservados

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now