Como vencer a procrastinação?

Procrastinação é um termo que vem do latim procrastinatus, procrastinare, que significa literalmente “à frente de amanhã”. É empregado para caraterizar o adiamento de uma ação ou de uma entrega, causando um sentimento de culpa. Mas por que as pessoas procrastinam?


O dia tem apenas 24 horas e você quer fazer uma infinidade de coisas. O problema é que, além das coisas que você quer fazer existem às coisas que você precisa fazer.

E nesse cabo de guerra, normalmente acabamos terminando o dia com a sensação de que não fizemos nada. Também adiamos algo importante para outro dia, empurrando com a barriga ou deixando para ser feito de última hora.


Palavrinha chata de pronunciar, a verdade é que a procrastinação se torna prejudicial quando começa a atrapalhar nossos resultados no dia-a-dia, reduzindo até mesmo a nossa produtividade ou prejudicando a nossa imagem nos trabalhos em equipe.



Por que deixamos para depois o que pode ser feito hoje?

A maior parte das pessoas no mundo todo sofre com esse mesmo efeito e não consegue se livrar disso.


Nesse artigo vamos dar algumas dicas de como deixar de procrastinar e se tornar uma pessoa com foco, capaz de realizar a cada dia o dobro daquilo que costuma realizar hoje. Então, tente não procrastinar durante esse texto e vamos nessa.

Encontre seu foco

A primeira coisa que nos faz procrastinar é ter a intenção de fazer exatamente tudo, das coisas mais simples e rotineiras até as mais complexas. Queremos nos sair bem em todas as áreas da vida e naturalmente acabamos deixando de completar muitos dos nossos objetivos. Nesse caso, encontrar o seu foco é essencial.


Encontrar o foco não quer dizer que você deve deixar de fazer alguma coisa em sua vida para se concentrar em outra. Significa que você deve organizar suas metas em uma ordem para que sempre saiba o que deve ser feito prioritariamente. Assim, você vai conseguir obter resultados mais produtivos.

Faça uma lista dos seus afazeres regulares, coisas que você deveria fazer todos os dias. Anote na frente de cada um a ordem de prioridade: o que tem que ser feito com mais urgência ou mais importante. Se preferir, você pode usar uma agenda ou um aplicativo (do tipo Evernote) que tenha essa função.


Depois que marcar os seus afazeres fixos na agenda, comece a colocar os afazeres extras, coisas que você quer fazer, como ver um filme ou assistir aquela série, sair com os amigos ou fazer compras, e também coisas que você precisa fazer, como entregar um projeto de trabalho, trabalhos de faculdade ou projetos pessoais.


Coloque tudo na agenda, até mesmo o seu horário de descanso, e siga esse calendário religiosamente. A maior parte da procrastinação acontece na hora de decidir qual tarefa fazer em seguida, mas com a agenda isso não vai ser um problema.

Tenha um objetivo

Qual o seu objetivo de vida ou suas metas? Você provavelmente tem metas e objetivos, mesmo que nunca tenha pensado diretamente sobre o assunto. Seu objetivo pode ser juntar dinheiro para comprar uma casa ou um carro, fazer aquela viagem internacional com alguém especial, emagrecer, correr uma maratona, ler um livro, visitar um amigo.



Tenha o hábito de fazer um planejamento para alcançar seus objetivos e não procrastinar.

Se você não tiver um objetivo claro em mente, algo que realmente queira alcançar, em pouco tempo você vai se envolver com outras coisas e todo o tempo que se dedicou a esse trabalho terá sido perdido. Ter um objetivo claro e específico serve para te manter motivado e também para apontar a direção que você deve seguir na vida, fazendo com que o seu foco tenha uma orientação de para onde ir.

A ideia é que o seu objetivo seja a chave para orientar o seu foco. Você vai colocar suas tarefas em ordem de forma que tudo que fizer seja visando o seu objetivo. Naturalmente, você vai ter que gastar mais tempo com seu objetivo do que com outras coisas, mas vai valer a pena pela sensação de progresso.


Se o seu objetivo é ler 20 livros em um ano, você deve dividir isso em sub-metas e colocar prazos. Primeiro, faça uma lista dos livros, divida-os ao longo dos meses, fazendo um cronograma, e siga esse planejamento com rigor. Até o meio do ano, você terá que ter completado a metade do seu objetivo: 10 livros. E assim você consegue organizar o seu tempo e focar no objetivo.

Peça ajuda

Ninguém é uma ilha. Para nós humanos, que vivemos em sociedade, a vida é formada por um conjunto de ações, vontades e personalidades que vamos recebendo de outros ao longo do tempo. As características e necessidade das pessoas à nossa volta normalmente acabam afetando nosso comportamento e nossos afazeres, e isso pode trazer resultados ruins ou excelentes.


Já aconteceu com você de programar o dia seguinte para fazer alguma atividade importante, alguns afazeres necessários, mas teve todo o seu planejamento alterado por conta de algo que ocorreu inesperadamente? Por exemplo, você tem uma reunião importante com um cliente, se preparou pra fechar um grande negócio, mas no meio do caminho te ligam da escolinha do seu filho dizendo que ele está muito doente. O que é mais urgente ou importante?


O fato é que você não pode se isolar para atingir o seu objetivo, mas pode contar com as pessoas a sua volta para ajudá-lo ou dar o apoio necessário. Foque na solução. Se você não puder adiar a reunião com o cliente, procure alguém para substituí-lo ou peça ajuda de um colega de trabalho, de alguém da equipe ou você mesmo pode entrar em contato com o cliente e explicar a situação. Também é importante colocar na balança quais valores são mais importantes na sua vida. Para mim, cuidar de um filho é mais urgente e importante do que fechar um negócio. E isso não é procrastinar, é priorizar. Tire essa culpa!


As pessoas que realmente se importam com você vão querer te apoiar. Por isso é importante ter os objetivos bem definidos e que todos os envolvidos (família, equipe de trabalho, líderes, subordinados), saibam aonde você quer chegar, para que possam contribuir.


Estabeleça prazos

Diante de um objetivo, uma meta ou algo a fazer, é fundamental ter um prazo máximo definido (dead-line). Mas só ter a data final definida, não resolve a procrastinação. É preciso ter um planejamento detalhado, com todas as datas definidas para cada etapa do processo. Esse calendário tem que ser feito de trás pra frente, da data final para trás. É como desenhar uma linha do tempo.


Vou te dar um exemplo de como eu costumava fazer quando editava as minhas revistas. Eram várias etapas para esse processo: definir a pauta, distribuir os temas para os redatores, vender os anúncios, revisar os textos, diagramar, revisar de novo, finalizar diagramação, enviar para a gráfica e distribuir as revistas. Então, eu pensava na última data: a da distribuição. E então preparava o planejamento com datas limites para cada etapa. Daí entra o papel do líder: seguir esse cronograma e fazer com que toda a equipe esteja comprometida com os prazos.



Exemplo de cronograma de um projeto, necessário para não procrastinar

Uma dica importante: todo planejamento tem que estar disponível para todos os envolvidos no projeto e afixado em algum lugar que você possa ver o tempo todo. E se alguma data, por algum motivo, não for alcançada, seja rápido para reorganizar o processo ou fazer os ajustes necessários, mas sem perder de vista a data final, que não pode ser alterada.


Tenho certeza de que com essas dicas você vai conseguir organizar melhor os seus dias, suas metas e parar com a procrastinação.


Fotos: Pixabay


Lucy Cantero De Miguel é jornalista e doutora em Ciências da Informação, empresária do setor editorial, fundadora do Instituto Noa e idealizadora do Programa Escolas do Bem, coach de alta performance e palestrante.


Instagram: @lucycantero Facebook: @lucycantero.coach

7 visualizações
ENTRE EM CONTATO
  • White LinkedIn Icon
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

©2018 - Todos os direitos reservados

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now